Alunos a falar de conhecimento como gente grande

Iniciativa da St. Peter's International School realiza-se já amanhã, pelas 14.00, no colégio, em Palmela, com a presença de vários oradores convidados

Chama-se 21XRevolution Talks e vai acontecer amanhã em Palmela. O que tem de especial? O facto de ser um evento organizado pelos alunos da St. Peter's International School, que convidam oradores para uma troca de ideias em diferentes áreas de interesse.

A conferência acontece nas instalações do colégio, em Palmela, entre as 14.00 e as 17.30, uma iniciativa dos alunos que conta com a presença, além dos próprios estudantes, de participantes de outra escola e profissionais nas áreas de saúde, media e ciência.

O evento, explicam os alunos, tem como objetivo "desafiar os alunos do sistema internacional de ensino a exporem os seus trabalhos da disciplina Theory of knowledge, num contexto profissional: acreditamos que os nossos alunos se sentiram inspirados a reagir, interagir e refletir sobre as questões colocadas durante as apresentações". Com este encontro, pretende-se ainda "promover uma cultura de mente aberta, curiosidade e troca de ideias", que passa por os estudantes ganharem consciência de, envolvendo profissionais pertencentes tanto à sua comunidade como à comunidade mundial, como certas questões têm impacto no mundo.

O debate proporcionará ainda aos alunos a experiência de organizar e gerir um evento com relevância. "Reconhecemos que esta experiência irá desenvolver capacidades nos alunos que estão além do contexto escolar", explica o colégio, acrescentando entender que "a partilha e a troca de conhecimentos é uma responsabilidade profissional", pelo que a promoção de colaborações entre o currículo internacional e o currículo nacional e também entre o Colégio St. Peter"s International School e outras escolas faz todo o sentido.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.