Ainda pode votar nos Açores ou na Madeira para melhores ilhas turísticas da Europa

A cidade do Porto também está nomeada em várias categorias dos prémios que já foram chamados os "Óscares do Turismo"

Está aberta a votação para os vencedores europeus da edição de 2016 dos World Travel Awards - prémios que já foram chamados de "Óscares do Turismo". Este ano, como em edições anteriores, a Madeira e os Açores estão nomeados na categoria de Melhor Destino Insular Europeu, e enquanto a Madeira venceu esta categoria em 2013 e 2014, foi ultrapassada pela Sardenha em 2015.

Os nomeados nas exaustivas categorias dos World Travel Awards, que incluem também a TAP, o aeroporto e o porto de Lisboa, o Algarve enquanto destino de praia, a DouroAzul para melhor empresa de cruzeiros de rio, foram anunciados a 7 de março deste ano, e a votação permanece aberta até 17 de julho. Os nomeados são selecionados por um painel de peritos da indústria do turismo, e incluem categorias da hotelaria, da aviação turística e de operadoras turísticas.

A cidade do Porto, por exemplo, está nomeada em três categorias nos prémios de 2016: Melhor Destino Europeu, Melhor Atração Turística Europeia (com a zona da Ribeira), e Melhor Destino Citadino Europeu. O próprio Turismo de Portugal tem uma nomeação para Melhor Conselho de Turismo Europeu.

"Revelar os nomeados para a nossa Grand Tour anual é sempre muito entusiasmante para os World Travel Awards", afirmou o presidente destes prémios, Graham Cooke, num comunicado. "Selecionámos com muito cuidado os líderes na hospitalidade internacional, sejam hotéis, companhias de aviação, destinos ou operadoras, e agora damos aos nossos votantes uma oportunidade de escolher os melhores entre eles".

Para votar e ajudar a escolher os vencedores destes prémios da indústria do turismo, terá de se registar no site do World Travel Awards e verificar a sua conta de email. E atenção: se for trabalhador do turismo e puder verificá-lo com a documentação necessária, os seus votos valem por dois.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.