Abertos 9 processos a comerciantes de produtos fitofarmacêuticos para agricultura

A ASAE refere que foram fiscalizados 72 operadores económicos, tendo sido apreendidas cerca de 800 unidades de produto num valor global de quatro mil euros

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou hoje que instaurou nove processos de contraordenação na sequência de uma ação de fiscalização à comercialização de produtos fitofarmacêuticos para uso agrícola.

Em comunicado, a ASAE refere que foram fiscalizados 72 operadores económicos, tendo sido apreendidas cerca de 800 unidades de produto num valor global de quatro mil euros.

Entre as principais infrações que motivaram a instauração de nove processos por contraordenação estão a falta de afixação da autorização para a atividade, a omissão de identificação do técnico responsável ou a falta de registo das informações de venda.

A ação da ASAE visou a comercialização dos produtos fitofarmacêuticos para uso profissional, nomeadamente para verificar o cumprimento dos requisitos de venda ou os sistemas de gestão de resíduos de embalagens e de excedentes dos produtos.

Exclusivos