Homem extraditado para Portugal para cumprir pena de prisão de quase 20 anos

Homem de 53 anos, detido no Recife (Brasil), está condenado pela prática de um crime de homicídio agravado, dois crimes de homicídio agravado, na forma tentada, e um crime por posse de arma proibida, cometidos em Santarém, há cerca de seis anos

Um homem de 53 anos, detido no Recife (Brasil), foi esta sexta-feira extraditado para Portugal, visando o cumprimento de uma pena de 19 anos e seis meses de prisão, por crimes vários de homicídio, anunciou a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ adianta que o homem está condenado pela prática de um crime de homicídio agravado, dois crimes de homicídio agravado, na forma tentada, e um crime por posse de arma proibida, cometidos em Santarém, há cerca de seis anos.

"A extradição surge no cumprimento de mandado de detenção internacional, emitido pelo Juízo Central Criminal de Santarém, por factos praticados em dezembro de 2015 e investigados pela Polícia Judiciária nos anos de 2015 e 2016, uma vez que o arguido, após a prática dos homicídios e já durante o julgamento, ausentou-se do país e foi residir para o Brasil, onde veio a ser detido", lê-se no comunicado.

A PJ indica que se deslocou ao Recife, onde o homem lhe foi entregue pelas autoridades brasileiras, tendo custodiado o seu transporte e guarda até Portugal.

O detido foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Lisboa para cumprir a pena de prisão à qual foi condenado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG