Homem de 86 anos detido por atear fogo em Vila Pouca de Aguiar

Só este ano a Policia Judiciária já identificou e deteve 81 pessoas pelo crime de incêndio florestal

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção de um octogenário suspeito de atear um fogo em Vila Pouca de Aguiar, elevando para 81 os detidos pelo crime de incêndio florestal este ano.

O suspeito de 86 anos foi detido pela Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real e está "fortemente indiciado" pela prática do crime de incêndio florestal que ocorreu na terça-feira.

O idoso é suspeito de ter ateado um incêndio em área florestal em Freiria, concelho de Vila Pouca de Aguiar, distrito de Vila Real, que consumiu nove hectares de área florestal.

O incêndio, segundo explicou a PJ, em comunicado, "colocou em perigo uma densa zona florestal e instalações de recolha de gado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros e de vários meios aéreos".

O aposentado vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

A Polícia Judiciária já identificou e deteve 81 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal este ano, em todo país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG