Guardia Civil de Salamanca vigia estradas por causa de fugitivo português

Dispositivo de segurança foi montado em colaboração com a GNR e Polícia Judiciária. Ainda assim, Guardia Civil não tem informação de que Pedro Dias esteja em Salamanca

Perante a possibilidade de o fugitivo Pedro Dias ter fugido da zona de Arouca para Salamanca, Espanha, que fica a 3h25 de distância de carro, a Guardia Civil daquela cidade espanhola montou um "dispositivo de segurança nas estradas com a GNR e a Polícia Judiciária portuguesa", confirmou ao DN fonte da Guardia Civil.

O homem que matou a tiro um militar da GNR e um civil, na terça-feira, na zona de Aguiar da Beira, tendo ainda deixado feridos outro militar da GNR e uma mulher, é agora procurado em terras espanholas.

Mas nem a GNR nem a sua congénere espanhola têm qualquer indicação do veículo que o suspeito possa estar a usar ou se roubou algum carro para o efeito. Aliás, a Guardia Civil adiantou que, desde ontem e até ao momento, "não há qualquer informação a comprovar que o suspeito esteja em Salamanca". A "caça ao homem" está cada vez mais difícil.

Exclusivos