Operação "Spring Break" termina com três estudantes multados por consumo de drogas

Um detido por tráfico de estupefacientes, 51 doses de haxixe apreendidas e três contraordenações por consumo de estupefacientes foi o balanço da operação que fiscalizou os alunos que foram para Espanha

A Guarda Nacional Republicana (GNR) terminou ontem a 2ª fase da Operação "Spring Break", que teve como objetivo prevenir os comportamentos de risco por parte da população jovem que se desloca nesta altura do ano para o sul de Espanha e Catalunha.
Segundo comunicou a GNR, entre o dia 18 e 28 de março, os 131 militares dos Comandos Territoriais, com o apoio da investigação criminal e de binómios cinotécnicos (equipas com os cães), e em coordenação com a Guardia Civil, fiscalizaram 233 veículos nas fronteiras terrestres de Vilar Formoso (Guarda), Caia (Portalegre) e Vila Real de Santo António (Faro). O balanço da operação foi: um detido por tráfico de estupefacientes;51 doses de haxixe apreendidas e três contraordenações por consumo de estupefacientes.
No total, a GNR realizou 368 ações de sensibilização a 12 280 alunos.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.