GNR encerra duas festas em Palmela e Sesimbra com mais de 160 pessoas

A GNR encerrou este domingo duas festas ilegais, em situações distintas, nos concelhos de Palmela e de Sesimbra, distrito de Setúbal, com um total de 160 pessoas, por violação do dever geral de recolhimento, devido à covid-19.

Em comunicado, o Comando Territorial de Setúbal da GNR indicou que uma das festas decorria numa quinta do concelho de Palmela e que os militares se deslocaram para o local, na sequência de uma denúncia.

Quando chegaram ao local, adiantou a GNR, os elementos da Guarda acabaram com a festa ilegal e identificaram as pessoas que participavam no evento, num total de 85 cidadãos.

Foram levantados autos de contraordenação por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário e por inobservância das regras de realização de eventos, tendo também sido apreendidas três doses de cocaína.

No outro caso, a festa ilegal decorria numa vivenda do concelho de Sesimbra e a operação policial também foi realizada após uma denúncia, explicou a GNR, referindo que aqui foram identificaram 80 pessoas que estavam presentes no local.

Também nesta situação, sublinhou, foram elaborados autos de contraordenação por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário e por inobservância das regras de realização de eventos.

Estas operações policiais contaram com o reforço de Destacamento de Intervenção (DI) de Setúbal e da Unidade de Intervenção (UI) da GNR.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG