Gelo está a desaparecer do Ártico

Novo vídeo da NASA revela que este é o segundo ano consecutivo em que o nível de gelo no Oceano Ártico atinge mínimos históricos no Inverno

Os dados foram recolhidos através de imagens de satélite pelo centro de National Snow and Ice Data Center (NSIDC) da NASA e revelam que, a 24 de março, a extensão do gelo Ártico estava 431 milhas quadradas abaixo da média registada entre 1981 e 2010. A subida de temperatura global nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro é uma das razões apontadas pelos cientistas.

Todos os anos o ciclo de evolução da camada de gelo flutuante leva a uma redução significativa com o degelo na Primavera e no Verão, retomando a dimensão durante o Outono e Inverno. Mas este ano, pelo segunda vez consecutiva, foram atingidos novos mínimos e na semana passada a extensão de gelo atingia os 14,52 milhões de quilómetros quadrados, um novo mínimo de Inverno desde que começaram a ser feitos os registos, em 1979.

Exclusivos