Gato com patas biónicas procura nova casa na Bulgária

O gatinho de um ano foi encontrado ferido perto da cidade de Pleven, em abril

Um gato chamado Pooh, que perdeu as duas patas traseiras num acidente, voltou a andar graças a um conjunto de patas biónicas, após uma cirurgia inovadora na Bulgária.

O gatinho de um ano foi encontrado ferido perto da cidade de Pleven, em abril. Meses mais tarde, o cirurgião Vladislav Zlatinov colocou dois implantes.

Pooh não pode voltar à sua antiga vida, a dormir ao ar livre e viver dos restos de comida dos moradores. Por isso, os funcionários da clínica veterinária onde foi operado estão à procura de uma nova casa. Já há vários candidatos.

"Estamos muito orgulhosos", disse Zlatinov. "Foi um grande sucesso... dá esperança a outros doentes".

Zlatinov seguiu as pisadas do cirurgião veterinário Noel Fitzpatrick, que montou novas patas traseiras num gato chamado Oscar, na Grã-Bretanha, em 2009.

Exclusivos