Fugitivo de Caxias goza com autoridades pelo Facebook 

Luso-israelita é o único que continua a monte e brinca com a situação nas redes sociais

O luso-israelita que fugiu da prisão de Caxias em fevereiro publicou fotografias no Facebook em que ridiculariza a justiça portuguesa. Numa das imagens, Joaquim Bitton Matos, de 30 anos, aparece com uma espingarda de assalto M4 e noutra publicação mostra o estabelecimento prisional de Caxias

Matos é o único dos três fugitivos de Caxias que ainda não foi capturado pelas autoridades, visto que os dois chilenos foram presos em Espanha.

No Facebook, o luso-israelita brincou com esta situação. Na imagem em que aparece com o rosto descoberto e uma arma, o fugitivo escreveu o número 348 - que era o seu número de recluso - e "Jakob chamado ao gradão", mais uma referência à vida de presidiário.

Também nesta rede social, Matos publicou uma imagem do estabelecimento prisional de Caxias - tirada do Google Maps - e escreveu na legenda: "Alguém sabe me dizer o que é isto talves melhor pergntar o 348 o ligar o 112".

Um mês depois da fuga, Matos publicou uma imagem que dizia "Ninguém será considerado culpado, até a sentenças penal condenatória".

O homem de 30 anos estava em prisão preventiva por crimes de furtos e roubos a residências e começaria a ser julgado em breve.

Os comentários às publicação de Matos são, na sua maioria, em tom de troça e vários utilizadores chamam o fugitivo de "herói" e de "o maior".

Matos escapou do estabelecimento prisional de Caxias a 19 de fevereiro juntamente com Roberto Ulloa e Jorge Naranjo, dois chilenos que foram capturados em Espanha. Os dois últimos também aguardavam julgamento em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG