Fogo em Cabeceiras de Basto lavra em zona de difícil acesso

Incêndio começou de madrugada

Um incêndio em Vilela, concelho de Cabeceiras de Basto, distrito de Braga, está a lavrar há oito horas numa "zona serrana de difícil acesso", estando a ser combatido por 54 operacionais, apoiados já por dois meios aéreos.

Em declarações à Lusa, o adjunto operacionais Carlos Guerra, da Autoridade Nacional da Proteção Civil, explicou que o fogo lavra numa "zona serrana de muito difícil acesso", e que teve início pela 01:14 da madrugada de hoje.

"Este é um novo incêndio, não tem a ver com os dos últimos dias no concelho de Cabeceiras de Basto. Foi um incêndio que começou num local de muito difícil acesso, e alguns dos sítios sem qualquer tipo de acesso. O combate durante a noite foi muito difícil e em alguns dos locais praticamente impossível", explicou o responsável.

De acordo com Carlos Guerra, pelas 09:00 os meios no terreno estavam a ser reforçados com meios terrestres e meios aéreos.

A estratégia passa por combater o fogo onde não é possível colocar veículos, explicou o adjunto de operações, reforçando que em algumas frentes onde o combate "é mais fácil a situação tenderá a melhorar rapidamente, enquanto nas outras o combate tornar-se-á mais moroso e difícil".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG