Fernando Madureira foi alvo de uma espera à porta da TVI

PSP foi chamada ao local e identificou várias pessoas

Depois de falar na TVI, esta terça-feira à noite, Fernando Madureira, líder da claque do FC Porto Super Dragões, tinha pessoas à sua espera para o agredir, avança o jornal O Jogo. A PSP foi mesmo chamada ao local e, segundo o jornal, teria realizado sete detenções, de pessoas que seriam adeptos do Benfica.

Fonte policial confirmou ao DN que houve uma "ocorrência" às portas da estação de televisão, "já na madrugada desta quarta-feira", e que foram "identificadas" algumas pessoas. No entanto, não referiu quaisquer detenções.

O Jogo diz ainda que as autoridades encontraram, em duas viaturas, um machado e vários cabos de eletricidade.

Fernando Madureira esteve num programa para falar da "violência no desporto" e terá reparado em dois carros, estacionados em sentido contrário na estrada, com várias pessoas dentro. Terá então chamado a PSP, que se deslocou efetivamente ao local.

Contactada pelo DN, a TVI escusou-se a comentar a situação, não confirmando, nem desmentindo, o sucedido.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.