Está comprovado, "sem nenhuma dúvida", que o zika causa microcefalia

As suspeitas estão agora cientificamente comprovadas pelas autoridades de saúde norte-americanas.

"Não há nenhuma dúvida de que o zika causa microcefalia". A conclusão é do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças norte-americano, após um estudo ao vírus e às consequências que este tem nos fetos.

"Agora é claro que o vírus zika causa microcefalia", afirmou ontem em conferência de imprensa Tom Frieden, diretor do organismo, acrescentando que os casos estudados no Brasil, um dos países mais afetados pela doença, mostram que este é particularmente severo e tem efeitos devastadores para o cérebro dos bebés.

No Brasil já foram confirmados mais de 1100 casos de microcefalia, tendo-se considerado que a maioria estava relacionado com a infeção das mulheres grávidas, dos quais mais de 200 bebés acabaram por morrer antes ou após o parto, segundo dados da Organização Mundial de Saúde divulgados no dia 5 deste mês.

O vírus zika é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, presente na América Latina e nas Caraíbas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG