Em apenas dois dias fizeram-se 620 mil testes de diagnóstico

Este já é o mês com mais testes realizados desde o início da pandemia, com mais de 100 mil testes realizados em 19 dos 24 dias contabilizados.

Portugal alcançou, nos dias 23 e 24 de dezembro, dois novos máximos de testagem diária à COVID-19, com mais de 620 mil testes de diagnóstico realizados em apenas dois dias (taxa de positividade de 4,6%), informou este domingo o Instituto Ricardo Jorge.

Do total de testes efetuados, cerca de 132 mil foram testes TAAN/PCR e mais de 488 mil Testes Rápidos de Antigénio (TRAg) de uso profissional, segundo o comunicado enviado às redações. Estes números não incluem autotestes.

A 23 de dezembro, realizaram-se perto de 360 mil testes, o que constitui um novo máximo de testagem diária. A a 24 de dezembro foram mais de 260 mil testes, naquele que foi o segundo dia com mais testes efetuados desde o início da pandemia, indica o comunicado.

Até à data, já foram realizados em Portugal mais de 25 milhões de testes de diagnóstico à COVID-19, aproximadamente 16,2 milhões de testes TAAN/PCR e cerca de 8,9 milhões de TRAg de uso profissional.

Entre 1 e 24 de dezembro efetuaram-se mais de 3,7 milhões de testes de diagnóstico à COVID-19, com uma média diária de cerca de 155 mil testes, dos quais mais de 1,1 milhões foram TAAN/PCR e perto de 2,6 milhões foram TRAg de uso profissional.

Este já é o mês com mais testes realizados desde o início da pandemia, com mais de 100 mil testes realizados em 19 dos 24 dias contabilizados, tendo em quatro desses dias superado a fasquia dos 200 mil testes diários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG