Conhecendo o inimigo

Um enxame de pequenos mosquitos fervilha dentro do pequeno cubo que a investigadora Ana segura na mão.

São Anopheles stephensi - o principal vetor da malária nas áreas urbanas na Índia - e, mesmo depois de sabermos que se trata de inofensivos machos, que não picam, a visão mete respeito.

Na realidade, mesmo se as fêmeas não tivessem já sido separadas, estaríamos sempre seguros. Os mosquitos que transmitem a malária que contagia o ser humano são mantidos em grandes condições de segurança. Aqueles só constituem uma ameaça para os ratos brancos utilizados nos testes das terapias contra a doença. O cuidado nunca é pouco. É por isso que todo o trabalho feito com os parasitas acontece em ambiente estéril.

Um dos equipamentos indispensáveis, para proteger as amostras de "invasores" externos, como as bactérias, é uma câmara de fluxo laminar, protegida do exterior por uma onda de vento constante num sentido. Fialho, técnico responsável pelo equipamento, retira cuidadosamente uma amostra de tecido hepático humano, que mostra para a câmara. É na fase hepática da doença que os testes realizados com o medicamento para a diabetes tem obtido resultados mais interessantes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG