Apenas com 160 euros, esta passageira teve o avião só para si

"Sinto-me rica!", escreveu Zhang quando partilhou fotografias suas no avião vazio

Uma passageira fez a viagem de avião entre as cidades de Wuhan e Guangzhou, na China, acompanhada apenas pela tripulação. A jovem, identificada pelo seu apelido, Zhang, publicou fotografias suas na rede social chinesa Weibo, com a legenda: "Sou a única passageira! E a tripulação inteira! Sinto-me rica!".

Zhang falou à televisão britânica BBC, explicando que se sentiu como uma "estrela de rock". O insólito aconteceu devido aos inúmeros atrasos nos aviões que se deram na China em vésperas de ano novo lunar. Os restantes passageiros que iam viajar naquele avião foram mudados para voos que partiram mais cedo, deixando Zhang sozinha no avião. O seu bilhete custou apenas cerca de 164 euros.

É caso para dizer que Zhang teve muita sorte, especialmente tendo em conta que a altura caótica de ano novo que se viveu este fim de semana na China deixou 100 mil pessoas encurraladas na estação de Guangzhou, devido aos atrasos dos comboios.

O caso não é inédito. Não só não é uma situação rara na China, segundo o jornal South China Morning Post, como ainda na semana passada um passageiro de turística se vangloriava também de ter feito uma viagem em "avião privado". Mas para Alex Simon, a sorte foi ainda maior: mais ninguém tinha comprado bilhete para aquele voo de Manila a Boracay, nas Filipinas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG