Um morto e 15 feridos em acidente no acesso à Vasco da Gama

Um choque em cadeia na A12, que envolveu cerca de 20 viaturas, fez ainda 15 feridos e obrigou ao corte da estrada

Uma mulher morreu e outras 15 pessoas ficaram feridas no choque em cadeia que envolveu cerca de 20 viaturas, incluindo um autocarro, na autoestrada A12, junto à Ponte da Vasco da Gama. A autoestrada está cortada no Pinhal Novo, no sentido Setúbal/Lisboa, e deve reabrir em breve, mas a ponte está acessível pelos acessos do Montijo e Alcochete.

Segundo fonte da Proteção Civil, a vítima mortal, uma mulher de 55 anos, foi descoberta já durante a remoção dos carros acidentados, depois de ter estado quase três horas presa no carro e enquanto as equipas de desencarceramento trabalhavam noutras viaturas. A mulher acabou por morrer, confirma fonte da Proteção Civil.

No total, 16 pessoas ficaram feridas - nove foram transportadas para os hospitais de São José, Santa Maria e de Setúbal e seis foram assistidas no local.

O denso nevoeiro e falta de visibilidade ajudou a causar uma série de choques, por volta das 9.30, que acabaram por envolver 17 carros, um autocarro dos TST e uma mota. O acidente ocorreu entre o quilómetro cinco e sete, logo após as portagens do Pinhal Novo. No local a confusão era muita, com o INEM e os bombeiros do Pinhal Novo a tentarem chegar às viaturas afetadas.

Vários testemunhos recolhidos no local indicam que o acidente terá sido causado por um carro que abrandou a marcha, por causa do nevoeiro, o que causou depois o choque em cadeia. Quem estava dentro do autocarro dos TST diz que a viatura foi obrigada a reduzir a velocidade, evitando o choque com um motociclo. Os carros que estavam atrás do autocarro, no entanto, já não conseguiram evitar o choque.

Assim, para trás do autocarro ficou um cenário de caos. No local estão várias equipas médicas do Instituto Nacional de Emergência Médica, assim como militares da GNR e bombeiros.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG