Cerca de 120 concelhos do interior Norte e Centro em risco máximo de incêndio

Aumenta o número de concelhos em risco por perigo máximo de incêndio rural. Hoje, há mais 20 na lista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A maioria dos concelhos do Norte e do Centro estão em risco máximo de incêndio, o Algarve está tendencialmente em risco muito elevado e quase todo o Alentejo em risco elevado de incêndio, segundo o IPMA. Neste domingo, o IPMA colocou mais 20 concelhos do que no sábado em alerta, devido ao risco de incêndio rural.

Em risco moderado de incêndio estão apenas 21 municípios do continente, localizados numa faixa amarela junto ao litoral da costa ocidental, entre Oliveira do Bairro (Aveiro) e Póvoa de Varzim (Porto) e na região Oeste, além dos municípios de Setúbal Sines, Albufeira, Faro e Olhão.

Segundo o IPMA, apenas o concelho de Esposende, em Braga, está hoje sem risco de incêndio.

O perigo de incêndio rural vai manter-se em risco máximo de incêndio no interior Norte e Centro do continente pelo menos até quinta-feira, prevê o IPMA.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente continuação de tempo quente, com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade na faixa costeira ocidental e, durante a tarde, no interior Norte e Centro, e uma pequena subida de temperatura.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 16 graus Celsius (em Setúbal) e os 26 (em Portalegre) e as máximas entre os 29 (em Sagres) e os 40 (em Santarém e em Braga).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG