Inundações provocaram "largos milhares" de prejuízos em Albufeira

Câmara não avança, "para já", com pedido de calamidade pública. Homem que desapareceu em Boliqueime foi encontrado morto

O presidente da Câmara de Albufeira estimou hoje em "largos milhares de euros os prejuízos" causados pelas inundações de domingo, adiantando que, "para já", não irá avançar com o pedido de calamidade pública.

De acordo com Carlos Silva e Sousa, "os danos abrangem redes de esgotos, águas e eletricidades, estradas e ruas, um pouco por todo o concelho, e praias também".

O presidente da autarquia indicou ainda que as pessoas que ficaram sem habitação foram realojadas temporariamente, não havendo qualquer situação pendente.

No centro da cidade de Albufeira, a zona mais atingida pelas fortes chuvas e onde a água atingiu cerca de 1,80 metros de altura, as equipas de limpeza e os comerciantes tentavam hoje de manhã remover lamas e objetos arrastados pela corrente.

O que aconteceu é impressionante

As lojas do centro estão fechadas e, em algumas delas, trabalhadores e funcionários procedem à limpeza e retirada dos objetos.

As equipas de Proteção Civil mantiveram-se no terreno durante toda a noite, na tentativa de repor a normalidade, dando especial atenção à baixa da cidade, onde hoje de manhã ainda continuavam bem visíveis os mais variados objetos, desde mesas, cadeiras, a sinais de trânsito e tudo aquilo que a água encontrou pela frente e arrastou.

Durante a noite, o nível das águas baixou, estando nesta altura visíveis as lamas e objetos.

O presidente da câmara prevê que a normalidade seja reposta nos próximos dias.

Homem desaparecido em Boliqueime encontrado morto

GNR encontrara viatura submersa no domingo. Desconhecia-se paradeiro do único ocupante, que foi já localizado sem vida.

As buscas para encontrar o homem dado como desaparecido desde a tarde de domingo foram retomadas hoje pelas 08:55 em Areias de Boliqueime, freguesia do concelho de Loulé, no Algarve, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros de Loulé.

De acordo com o comandante Irlandino Santos, as buscas foram retomadas com uma equipa do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR especializada neste tipo de ocorrências, na zona de Areias de Boliqueime, onde o homem foi dado como desparecido, depois de a viatura em que circulava ter sido encontrada submersa em Boliqueime.

Levantamento total dos estragos por fazer

O vice presidente da Câmara de Albufeira, José Carlos Rolo, chegou a admitir que poderiam estar reunidas as condições para fazer um pedido de calamidade pública. O autarca frisou, contudo, que ainda não foi feito o levantamento total dos estragos causados pela chuva intensa que inundou dezenas de estabelecimentos na baixa de Albufeira.

Em declarações à Lusa, o presidente da Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), Victor Guerreiro, salientou que a situação provoca um duplo prejuízo aos comerciantes, já que durante um período indeterminado de tempo estarão impedidos de realizar receita.

"Além do prejuízo direto causado pelas cheias, os comerciantes ainda têm que limpar, fazer obras e comprar novas máquinas, o que implica um tempo de fecho e de inoperacionalidade que vai impedir a recuperação de receita", afirmou.

Segundo aquele responsável, os seguros nem sempre cobrem todos os estragos, pelo que aquela associação vai tentar obter apoios públicos para que os comerciante possam fazer face aos prejuízos.

"O que aconteceu é impressionante e, sem dúvida, ruinoso para os comerciantes", lamentou, lembrando, no entanto, que esta não é a primeira vez que a baixa de Albufeira sofre com as intempéries.

A região do Algarve foi no domingo fustigada por chuvas intensas que provocaram inundações em vários concelhos, nomeadamente em Loulé, Albufeira, Portimão, Olhão e Silves.

Um dos casos mais problemáticos deu-se em Albufeira, onde a Proteção Civil teve que retirar pessoas de habitações e estabelecimentos comerciais inundados.

As cheias provocaram também um número indeterminado de desalojados em Albufeira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG