Lendário navio de James Cook terá por fim sido encontrado

São várias as teorias sobre o que terá acontecido ao Endeavour. Organização de Rhode Island acredita que se afundou na sua costa, durante a Revolução Americana

A incógnita do destino do Endeavour poderá estar a chegar ao fim. O lendário barco que teve como capitão o britânico James Cook na viagem pelo então desconhecido Pacífico, entre 1769 e 1771, terá afundado numa área perto da costa de Rhode Island, EUA. O Projeto de Arqueologia Marinha de Rhode Island (RIMAP, sigla em inglês) acredita que o Endeavour está entre os destroços de cinco navios encontrados em Newport.

Na quarta-feira será feito o anúncio oficial do RIMAP, que terá entre 80 a 100% de certeza que se trata do Endeavour, segundo o site da organização. A conclusão do RIMAP baseia-se em documentos londrinos que indicarão que o Endeavour era um dos 13 navios que afundaram naquela baía numa batalha, durante a Revolução Americana, em agosto de 1778.

Outras teorias dão conta que o navio afundou-se ao largo da Nova Zelândia, ou que foi utilizado no rio Tamisa e ainda que foi utilizado por franceses como barco para caçar baleias, tendo sido depois desmontado. No entanto, não havia certezas sobre o destino final do Endeavour.

Após a viagem de James Cook - que o levou até à Nova Zelândia e à Austrália, terras que apesar de não sido o primeiro a chegar, reclamou para Inglaterra -, o Endeavour passou para mãos diferentes, tendo servido como transporte naval, por exemplo, com viagens para as ilhas Falkland (Malvinas para os argentinos). Chegou mesmo a mudar de nome para Lord Sandwich. Mais tarde, serviria para transportar homens para o continente americano e a comprovar-se a teoria do RIMAP, foi assim que conheceu o seu fim.

A organização irá estudar os destroços encontrados para assim conseguir determinar qual dos cinco navios encontrados é o Endeavour.

Exclusivos