Assalto à bomba em multibanco de prédio de ministros

O polícia que deveria vigiar o local ter-se-á ausentado

A caixa multibanco situada no prédio onde residem os ministros da Administração Interna e do Mar, Eduardo Cabrita e Ana Paula Vitorino, respetivamente, foi assaltada na madrugada de segunda-feira com recurso a explosivos. O agente da PSP que deveria vigiar o local ter-se-á ausentado e foi-lhe instaurado um processo disciplinar, avança hoje o Correio da Manhã.

O assalto ao multibanco daquele prédio, situado na estrada da Luz, em Lisboa, é o 152.º do ano. Um carro escuro parou em frente à agência do BPI onde moram Eduardo cabrita e Ana Paula Vitorino e partiu o vidro com uma marreta, descreve o jornal. Depois, os dois assaltantes causaram uma explosão, tendo saído, de acordo com um vizinho citado pelo CM, com as malas metálicas com o dinheiro.

O agente que deveria vigiar o local está a ser alvo de um processo disciplinar. Alega que estava a fazer a ronda nas traseiras, mas a PSP acredita que este se ausentou, diz o CM.

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.