"As crianças não nascem com gostos esquisitos"

Se uma criança for habituada desde muito cedo a comer fruta e hortícolas, não vai rejeitar esses alimentos. É esta a convicção de Rui Lima, técnico superior da Direção-Geral da Educação. O nutricionista, responsável pelas regras que definem o que se come nas cantinas das escolas públicas, alerta os pais para a necessidade de habituarem as crianças apenas aos sabores naturais.

Como é que são os lanches da maioria das crianças em Portugal?
De uma maneira geral, os lanches não são muito saudáveis. As refeições e os lanches dados às crianças refletem uma falta de tempo para mimos, que é compensada com miminhos com muitos açúcares e gorduras. Na maior parte das vezes, opta-se pelo mais fácil, que são produtos pré-embalados e com alto teor de açúcar e gordura.
Há alimentos que devem ser proibidos nas lancheiras?
É difícil dizer que há alimentos proibidos, mas alguns têm riscos. É perigoso quando se cai no exagero de produtos ricos em açúcar e gordura. O melhor é optar pela nova roda da alimentação mediterrânica, que é exemplo do que é bom, uma vez que quase só inclui alimentos de produção local. Os alimentos não processados são sempre melhores. É melhor preparar uma sandes de pão com queijo, fiambre ou ovo cozido enriquecido com hortícolas - alface, tomate, raspas de cenoura ou de couve roxa - do que ir a um supermercado e comprar um produto pré-embalado e um refrigerante com alto teor de açúcar.
Mas há crianças que se recusam a comer certos alimentos...
As crianças não nascem com gostos esquisitos, refletem aquilo que os pais lhes deram nas primeiras fases do crescimento. Uma criança que esteja habituada a comer hortícolas desde pequena não vai deixar de comer de repente. O problema é que, muitas vezes, logo nos primeiros anos de vida, os pais habituam as crianças a sabores que não são naturais. Há estudos feitos em Portugal que mostram um número excessivo de crianças que ao fim do primeiro ano de vida já provaram refrigerantes.
Os pais têm dificuldades em escolher os melhores alimentos?
Muitas vezes, os pais têm pouca informação sobre as características dos alimentos que encontram no mercado. Não há o hábito de ler os rótulos e compreender o que está lá. Uma das cadeias mais conhecidas de supermercados tinha umas bolachas com pepitas de chocolate com coco, que os pais até podiam pensar que tinham muito açúcar e gordura, mas tinham um valor de sal verdadeiramente assustador. Quase 10 gramas de sal por cada 100 gramas de bolacha. Até os pais com alguma literacia alimentar e cuidado acabam por cair em rasteiras da indústria alimentar. É preciso ter alguns cuidados e habituar as crianças aos sabores. É importante envolver as crianças e os adolescentes na preparação dos próprios alimentos.
E o que é um lanche saudável?
Deve incluir sempre um laticínio, como o leite - de preferência branco, sem chocolate - e os iogurtes, aqueles que têm menor teor de açúcar. No limite, qualquer iogurte é melhor do que um refrigerante. Deve ter sempre fruta e uma fonte de hidratos de carbono saudável, de preferência pão com queijo ou fiambre. Devem evitar-se as bolachas e os cereais, que têm muito açúcar. De vez em quando, podemos incluir frutos secos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG