Taiwan. Chineses em Portugal manifestam-se por "Uma Única China"

Protesto será realizado frente à embaixada dos EUA, em Lisboa, na segunda-feira, dia 22 de agosto, a partir das 16.00.

DN
Embaixada dos Estados Unidos, em Lisboa© Natacha Cardoso / Arquivo Global Imagens

A Liga dos Chineses em Portugal pediu este domingo autorização, à Câmara Municipal de Lisboa e ao Ministério da Administração Interna para a realização de uma manifestação frente à embaixada dos Estados Uidos, na capital.

O protesto, segundo o referido requerimento, a que o DN teve acesso, é solicitado a favor "do princípio de Uma Única China" e contra "a visita da Sr.ª Nancy Pelosi, na qualidade de presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, à província chinesa de Taiwan, a que a diplomacia chinesa se opôs legitimamente, porque à luz daquela resolução e dos acordos estabelecidos com os EUA, representa uma violação da soberania da China".

"Esta visita provocou insegurança e conflito no estreito de Taiwan e na região, e afronta o consenso mundial estabelecido pelas Nações Unidas de não ingerência nos assuntos internos dos países", dizem os proponentes. "O princípio de Uma Única China é a premissa e fundamento para o estabelecimento e desenvolvimento das relações diplomáticas entre a China e os EUA", justifica ainda a organização, que, espera espera reunir mil pessoas no protesto, a realizar na segunda-feira, dia 22 de agosto, a partir das 16.00.