SEF vai reforçar dispositivos nos aeroportos portugueses com apoio da PSP

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou que vai reforçar, a partir desta segunda-feira, 23 de maio e até 31 de outubro, o seu dispositivo nos aeroportos nacionais, usando meios próprios e o apoio da PSP para aumentar a capacidade de controlo das fronteiras.

DN/Lusa

O apoio da PSP foi pedido para "fazer face ao previsível aumento exponencial do desembarque de passageiros no período do verão, que coincide com a realização da 2.ª Conferência dos Oceanos das Nações Unidas em Portugal", anunciou o SEF em comunicado.

"É, assim, essencial reforçar a capacidade do SEF no controlo das fronteiras externas da União Europeia, garantindo a segurança do Espaço Schengen e promovendo a desejada fluidez no processamento dos passageiros que entram e saem do país através das fronteiras aéreas", adianta o comunicado.

De acordo com o documento, o apoio operacional da PSP ao SEF será "assegurado por agentes habilitados com formação ministrada por formadores do SEF, no quadro do processo de reestruturação em curso".

A restruturação -, que prevê a extinção do SEF e a distribuição de competências e efetivos pela PSP, GNR, Polícia Judiciária, Instituto de Registos e Notariado e por um novo organismo a ser criado, a Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA) - já foi adiada duas vezes [pelo anterior e pelo atual Governo] para "data oportuna".