Álcool em 43% dos casos de violência doméstica

Das 11 544 ocorrências registadas na GNR quase 5000 estavam associadas ao consumo de bebidas alcoólicas

Em 43% dos casos de violência doméstica denunciados no ano passado à GNR os denunciados tinham problemas de alcoolismo, avança hoje o Jornal de Notícias, que cita o relatório de Atividades daquela força policial. Das 11 544 ocorrências registadas, 4963 estavam associadas ao consumo excessivo de álcool.

O consumo de estupefacientes surge associado a 923 situações, o que equivale a 8% dos casos.

De acordo com o jornal, nos meses de verão de 2015 registaram-se mais crimes de violência doméstica, tendo sido julho aquele em que se registaram mais participações (1150), seguido de agosto (1148) e de junho (1106).

Os fins de semana e as segundas-feiras são os dias da semana em que se registam mais ocorrências, segundo o relatório da GNR. Em ternos horários, estas acontecem com mais incidência entre as 13:00 e as 18:00 e entre as 18:00 e a meia-noite.

Um terço dos casos registados já tinha antecedentes e 38% foram presenciados por menores.

O relatório fala da existência de 11 955 vítimas (mais do que as ocorrências), sendo que destas 1744 são homens.

A violência física aconteceu em 66% dos casos, tendo existido violência psicológica em 30%.

Em 2015, registaram-se nove vítimas mortais de violência doméstica.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG