88% das zonas balneares em Portugal têm águas de "excelente qualidade"

Segundo o relatório da Comissão Europeia, 577 zonas balneares são de excelente qualidade (88,5%) e 40 de boa (6,1%).

Oitenta e oito por cento das zonas balneares em Portugal estão classificadas como tendo águas de excelente qualidade, segundo um relatório esta sexta-feira divulgado pela Comissão Europeia, com dados de 2021.

Das 652 zonas balneares portuguesas (costeiras e interiores), 577 são de excelente qualidade (88,5%), 40 de boa (6,1%), três de suficiente (0,5%) e duas de má qualidade (0,3%), sendo que 4,6% não receberam qualquer classificação.

Portugal tinha, em 2021, mais 293 zonas balneares classificadas como de excelente qualidade do que em 2000 e mais 15 do que em 2020.

Em Portugal existem 502 zonas costeiras (77%) e 150 interiores (23%).

A nível da União Europeia, o relatório conclui que, em 2021, as normas mínimas de qualidade da água foram cumpridas em 95,2% das zonas balneares.

Na Áustria, Malta, Croácia, Grécia, Chipre, Dinamarca e Alemanha, 90 % ou mais das águas balneares cumprem a norma de qualidade "excelente".

A avaliação, elaborada pela Agência Europeia do Ambiente (AEA) em cooperação com a Comissão Europeia, baseia-se na monitorização de 21 859 zonas balneares em toda a Europa ao longo de 2021, abrangendo os Estados-Membros da UE, a Albânia e a Suíça.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG