Vitorino Silva diz que é o único candidato a preocupar-se com "todos os portugueses"

O 'Tino de Rans' está em Bruxelas para contactar emigrantes e debater com representantes de Marisa Matias, Paulo Morais e Sampaio da Nóvoa

O candidato presidencial Vitorino Silva disse hoje que é o único que tem "preocupações com todos os portugueses", para justificar ter saído do país e ido a Bruxelas quando decorre a campanha eleitoral.

"Sou o único candidato que tem preocupações com todos os portugueses", afirmou o candidato, acrescentando ser aquele que, entre os dez concorrentes às eleições de 24 de janeiro, tem "a humildade para os poder ouvir".

"E eles têm muito para contar", disse Vitorino Silva, conhecido como Tino de Rans, antes de um debate com representantes das candidaturas de Marisa Matias, Paulo Morais e Sampaio da Nóvoa, na capital belga.

Dos emigrantes que encontrou, incluindo família sua, o candidato ouviu queixas de pessoas que queriam condições para ficar em Portugal e respondeu que, como Presidente da República, a sua mensagem era "antes de partirem não atirem logo a toalha ao chão".

"Como Presidente da República diria que se todo o português tiver o mesmo amor que eu tenho por Portugal estará até às últimas consequências para não emigrar. Eles antes de partirem façam um bocadinho de sacrifício, não atirem logo a toalha ao chão. Temos um grande país, somos um país de gente boa, somos um país com futuro", disse.

O candidato notou ainda que muitos emigrantes não se registam nos consulados, pelo que não votam e fazem aumentar os números da abstenção até "aos 45 ou 50%".

Exclusivos