Vitorino defende alargamento de horário das creches

Para além dos incentivos fiscais, a flexibilidade do horário das creches seria uma das medidas mais eficazes de estimulo à natalidade, defendeu António Vitorino.

Perante a taxa de natalidade de 1.2, António Vitorino diz que só uma política a longo prazo e de "confiança" se poderá alterar a tendência. Assim, para além dos incentivos fiscais, Vitorino recorda que, na Suécia, "uma das coisas que fez a diferença foi alargar os horários das creches". As declarações foram feitas no programa 'Fora da Caixa', da Rádio Renascença.

"As pessoas trabalham das 9 às 5, se as creches também funcionam das 9 às 5 como é que vão buscar a criança?", pergunta. Por isso, a flexibilidade de horário das creches iria permitir que "o pai ou mãe possa ir buscar a criança à creche sem prejudicar o cumprimento das suas obrigações".

Também Pedro Santana Lopes, que também é comentador do programa, considera que a natalidade deveria ser um tema essencial para qualquer governo, independentemente da sua cor política. Santana Lopes concorda que "a falta de uma rede de cresches e estabelecimentos de apoio à infância é um contributo decisivo para que os pais desistam de ter mais do que um filho".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG