Vigilância médica chega aos Açores e Madeira

O Governo determinou, nesta terça-feira, a extensão do direito à Vigilância Médica da Saúde aos bombeiros voluntários das regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Em março de 2013 tinha sido já assegurado o direito dos bombeiros voluntários à vigilância médica através da realização das inspeções médico-sanitárias periódicas, vigorando, desde então, para todos os bombeiros das corporações de Portugal continental.

O custo da vigilância médica é suportado pelo Ministério da Administração Interna através da transferência das verbas correspondentes para o Fundo de Proteção Social do Bombeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG