Valonguinho e Reguengo do Alviela ainda isoladas

As povoações de Valonguinho, distrito de Viseu, e a de Reguengo do Alviela, em Santarém estão hoje isoladas devido ao desabamento de terras e a inundações provocadas pelo mau tempo, de acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

De acordo com a informação disponível na página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), há duas povoações isoladas, várias estradas e pontes cortadas devido a inundações provocadas pela chuva forte nos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Setúbal, Santarém, Viseu, Évora, Lisboa, Leiria e Portalegre.

A povoação de Valonguinho, freguesia de Barrô, distrito de Viseu, está Isolada devido ao desabamento de parte da Estrada Municipal que dá acesso à localidade.

Em Santarém, a inundação da Estrada Nacional (EN) levou ao corte da Ponte do Alviela a jusante da localidade do Pombalinho isolando a povoação do Reguengo do Alviela.

Ainda no distrito de Santarém encontram-se submersos devido à subida das águas o parque de estacionamento e a estrada do Campo em Constância e no município de Abrantes há inundações na Praia fluvial de Alvega e Casa de Apoio e cortes de estradas em Arrifana e da Estrada Nacional 118 no Rossio, sul do Tejo, e Tramagal.

O cais de Tancos, no município de Vila Nova da Barquinha, está parcialmente submerso enquanto na Golegã estão cortadas três estradas municipais e a EN 365 e vários campos agrícolas estão inundados.

Em Viseu, no município de Resende, a povoação de Valonguinho, freguesia de Barrô, está isolada e a Estrada Municipal 537 em Barrô, Penajoia, está cortada devido a um deslizamento de terras.

De acordo com a Proteção Civil, estão cortadas a EN 103-3 em Braga, a EN 101-4 em Agilde, Fervença, Celorico de Bastos, a EN 309 em São Trocado, Rendufe, Guimarães, e a Estrada Municipal 1394 em Vieira do Minho.

No distrito de Coimbra, está cortada a EN 544-1, em Arganil, Monte Velho, e cinco estradas municipais em Montemor-o-Velho, Penacova e Soure.

Em Évora, estão cortadas as Pontes do Paço, em Mora, e a Ponte da Ordem e Ponte Camões, em Cabeção enquanto no distrito de Leiria a inundação levou ao corte da EN 8-5 em Valado dos Frades, Nazaré.

Em Lisboa há duas EN cortadas (Granja/Vialonga, Vila Franca de Xira, e na Quinta do Alqueidão, Azambuja) e duas municipais em Mafra e em Arruda dos Vinhos.

A ANPC refere também que no distrito de Portalegre há registo de 11 Estradas Municipais nos municípios de Campo Maior, Avis, Alter do Chão, Fronteira e Castelo de Vide e em as inundações levaram ao corte de estradas em Santiago do Cacém e Alcácer do Sal.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso amarelo, segundo menos grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Aveiro, Viseu e Coimbra devido à previsão de chuva forte e trovoadas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG