Vacina para tuberculose com problemas de fornecimento

A vacinação de crianças com a vacina contra a tuberculose, a BCG, poderá vir a sofrer interrupções até ao próximo mês, porque o único laboratório que a fabrica, uma unidade na Dinamarca, está com problemas de fornecimento. A Direção-Geral da Saúde alertou para este risco, mas garante que todas as crianças que não forem vacinadas sê-lo-ão posteriormente.

De acordo com um comunicado publicado no site da DGS, é de prever que haja alguns constrangimentos no cumprimento do programa nacional de vacinação, que começa precisamente com esta vacina logo à nascença e, por isso, nas maternidades e hospitais.

O facto de haver problemas de fornecimento por parte desta empresa que distribui a vacina em Portugal, será limitativo da vacinação, já que não existe outro produtos europeu e a disponibilidade de vacina noutros países também é limitada. No entanto, a empresa prevê que a regularização do fornecimento seja feita em agosto.

Nos casos em que não haja vacina, a DGS garante que haverá um contacto por parte dos centros de saúde das crianças assim que houver fornecimento. Os cuidadores das crianças podem ainda contactar o centro de saúde para pedir toda a informação necessária.

O Diretor-Geral da Saúde, Francisco George, garante que esta situação não constitui um risco de saúde pública.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG