Um em cada cinco mortos tem entre 18 e 25 anos

Em 2010, uma em cada cinco vítimas mortais em acidentes de viação na União Europeia (UE) tinha entre 18 a 25 anos, "muito embora este grupo etário represente apenas 10 por cento da população", alertou hoje a Comissão Europeia.

O alerta de Bruxelas, conferido no "Dia Europeu da Segurança Rodoviária", este ano dedicado aos jovens, visa enfrentar uma "tragédia" que a Europa não pode continuar a viver, nas palavras do comissário europeu com a pasta dos transportes, Siim Kallas.

"Preocupam-me sobretudo os acidentes causados pelo consumo de drogas ou álcool, especialmente entre a população juvenil. A evolução positiva a que assistimos nos últimos 10 anos leva-me, contudo, a encarar com otimismo a meta de «zero mortes» em acidentes de viação na UE. Mas ela está ainda muito longe e só a mudança de comportamento dos jovens na condução automóvel nos permitirá continuar a salvar vidas", avisou o membro da "Comissão Barroso".

Em 2010, diz Bruxelas, houve 31 mil vítimas mortais nas estradas entre os 18 e os 25 anos, 80 por cento homens e 20 por cento mulheres.

Em 40 por cento dos acidentes em questão havia um condutor jovem envolvido e 25 por cento dos automobilistas mortos eram jovens.

A finalidade do "Dia Europeu da Segurança Rodoviária" é sensibilizar os decisores políticos e a opinião pública para os desafios da segurança rodoviária e promover um "comportamento responsável dos utentes da via pública, em prol de uma mobilidade segura e acessível para todos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG