Última paragem: Marcelo assiste a concerto na Praça do Município

Marcelo Rebelo de Sousa está neste momento a assistir ao concerto que encerra este dia de tomada de posse

É a última paragem do primeiro dia de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República. O agora chefe de Estado viu, da varanda da Câmara Municipal de Lisboa, a fadista Mariza cantar o hino nacional acompanhada por guitarras e percussão. Marcelo cantou e, no fim, aplaudiu.

A fadista cantou "Gente da Minha Terra" e, enquanto o fazia, desceu do palco e veio cumprimentar o Presidente da República.

Antes, uma Praça do Município com cerca de 300 crianças de escolas de Lisboa a gritarem "Marcelo" e, à volta, o público que veio assistir ao espetáculo, esperavam que o Presidente assinasse o livro de honra da Câmara Municipal de Lisboa com o presidente Fernando Medina para, finalmente, aparecer na varanda e saudar energicamente os que o aplaudiam. Ao chegar ao seu lugar, rodeado de crianças e acompanhado por Medina, o Presidente deu autógrafos e cumprimentou as crianças.

Este foi anunciado como um concerto para a juventude, "uma aproximação à juventude", havia dito, há cerca de uma semana, Marcelo Rebelo de Sousa, então apenas Presidente eleito, ao DN.

Seguem-se as atuações de Paulo de Carvalho, que cantará a música que "anunciou" o 25 de abril, E Depois do Adeus, Diogo Piçarra, HMB, dois dos nomes do cartaz mais ligados a um púbico juvenil, José Cid, Pedro Abrunhosa - cujas críticas ferozes aos mandatos do Presidente cessante, Cavaco Silva, são públicas - e Anselmo Ralph.

A Rua do Arsenal e a Praça do Município estão, desde as 18.30, fechadas à circulação automóvel.

Exclusivos