Trabalhador de 50 anos morre esmagado por uma pedra em Cabeceiras de Basto

Óbito foi declarado no local pelos elementos do VMER

Um trabalhador de 50 anos morreu esta sexta-feira depois de ter sido atingido por uma pedra que estava a cortar numa fábrica em Cavez, Cabeceiras de Basto, disse fonte da Cruz Vermelha Portuguesa.

Segundo a fonte, da Cruz Vermelha de Arco de Baúlhe, o alerta foi dado cerca das 13:30.

O trabalhador estaria a cortar pedra com uma máquina quando "a pedra soltou-se e esmagou-o", referiu a fonte.

À chegada dos meios de socorro, a vítima já se encontrava em paragem cardiorrespiratória.

"Durante cerca de meia hora, fizemos manobras de reanimação, mas sem sucesso", acrescentou a fonte.

O óbito acabou por ser declarado no local pelos elementos da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Guimarães.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.