Tiroteio de Palmela pode envolver negócio de cobre

Jovem de 18 anos estava junto das vítimas de alegado ajuste de contas. Suspeitos do crime abandonaram carro furtado.

A quinta de Palmela onde no sábado à noite um homem morreu e outro ficou gravemente ferido na sequência de um tiroteio é apontada, pelos moradores da zona, como um local que nos últimos tempos tem servido de encontro entre ladrões de cobre.

O que leva as autoridades a admitir que na origem dos disparos possa estar um desentendimento relacionado com este "negócio".

Os autores do crime, que serão dois segundo a GNR, continuam fugidos. Mas, além das duas vítimas - ambos do Montijo -, as autoridades encontraram um terceiro elemento no interior da moradia abandonada, que escapou ileso. Um jovem de 18 anos que ontem já foi inquirido pela PJ, podendo ser ele a revelar o que esteve em causa, enquanto o ferido grave continua em estado crítico no hospital de Setúbal.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG