"Temos medo mas não o medo suficiente"

São dez adolescentes entre os 15 e os 18 anos, todos alunos do Liceu Camões, a mais antiga escola secundária de Lisboa. Durante hora e meia, falaram com o DN sobre VIH/sida: o que sabem, o que desconhecem, o que sentem sobre o vírus há 30 anos identificado.

Reconhecem que o preservativo não é uma regra e que a gravidez assusta mais do que a sida. Nunca viram alguém com as marcas da doença mas, apesar de acharem que não devia haver discriminação, interrogam-se sobre se seriam capazes de namorar alguém que assumisse viver com o VIH.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG