Suspeito de 15 furtos em prisão preventiva

Um homem que estava indiciado da prática de furtos em residências, estabelecimentos comerciais e a pessoas que frequentam igrejas e cafés de hotéis em Lisboa, ficou em prisão preventiva.

O detido é suspeito de um total de 15 furtos, sendo que um deles foi na forma tentada, e de um crime após a subtração, os quais ocorreram entre maio de 2011 e fevereiro de 2013.

Segundo o Ministério Público, na sequência deste caso foram agregados 12 inquéritos e efetuados vários reconhecimentos pessoais que contribuíram para a identificação do arguido.

O inquérito é dirigido pela 10.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa e executado pela PSP.

Exclusivos