Trabalhadores da Carris prolongam greve às horas extra

Trabalhadores da transportadora Carris iniciam na quarta-feira mais um período de greve às horas extraordinárias, contra os cortes salariais e a concessão da empresa a privados, disse hoje à Lusa fonte sindical.

"A greve está em curso desde o início do mês de agosto e vai manter-se [com este novo período] até final de outubro, se o pré-aviso não for prolongado", disse Manuel Leal, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

O sindicalista explicou que os pré-avisos têm vindo a ser "sucessivamente renovados".

Em causa, apontou, estão as diminuições salariais, a precarização das condições de trabalho e a concessão da empresa a privados.

Contactada pela Lusa, a Carris, que gere um serviço de autocarros e elétricos na Grande Lisboa, referiu, por escrito, que "a greve ao trabalho suplementar não tem tido qualquer impacto na oferta, estando a empresa a cumprir os habituais níveis de serviço".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG