Serviço de Observações abre na quarta-feira

Devido a uma infiltração, 56 doentes foram levados para outros serviços do hospital e cerca de 80 cirurgias programadas e não urgentes tiveram de ser adiadas.

O hospital Amadora/Sintra garantiu hoje que o Serviço de Observações (SO) fechado desde domingo devido a uma infiltração causada pelo mau tempo reabre na quarta feira e que hoje começa a receber os doentes transportados pelo INEM.

"Temos garantias dos empreiteiros que poderemos restabelecer por completo a normalidade a partir das 12:00 de quarta feira", afirmou o presidente do conselho de administração do Hospital Fernando Fonseca, Artur Vaz.

Devido ao incidente de domingo 56 doentes que se encontravam internados no Serviço de Observações foram levados para outros serviços do hospital e cerca de 80 cirurgias programadas e não urgentes tiveram de ser adiadas.

Também durante o dia de domingo e a manhã de hoje, alguns doentes transportados pelo INEM tiveram de ser reencaminhados para outros hospitais da área de Lisboa devido à incapacidade do Amadora/Sintra os receber.

Contudo, Artur Vaz assegurou que a partir de hoje à tarde o hospital já irá começar a receber doentes.

De acordo com o responsável, as infiltrações, provocadas pelo mau tempo, afectaram uma sala de observação e um corredor, condicionando o acesso às 11 salas do bloco operatório.

No entanto, seis das 11 salas de cirurgias já foram reabertas e as restantes cinco irão reabrir "progressivamente" a partir de quarta feira.

"Estamos neste momento a isolar a junta de dilatação da estrutura e a proceder à secagem das áreas afectadas para poder começar a reabrir os serviços", explicou.

No local afectado pelas infiltrações decorrem obras, que juntamente com o mau tempo, contribuíram para que houvesse uma "acumulação excessiva e inesperada de água", de acordo com o presidente do conselho de administração.

O responsável prevê que as obras estejam concluídas até ao final deste mês.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG