Reabertura total da Linha de Cascais sem previsão

A Rede Ferroviária Nacional (REFER) ainda não tem previsão para a reabertura da circulação total na Linha de Cascais, depois de o descarrilamento de dois comboios na manhã de sexta-feira ter condicionado a circulação ferroviária.

"Ainda não temos previsão. Os trabalhos continuam durante a noite até estarem reunidas as condições para a reabertura da circulação", disse hoje fonte da REFER à agência Lusa.

Segundo a empresa, o primeiro comboio acidentado procedia de Cascais com destino ao Cais do Sodré e descarrilou em Caxias por volta das 08:30. O segundo comboio descarrilou em Algés entre as 08:40 e as 08:50 e tinha partido de Oeiras, também com destino ao Cais do Sodré.

A REFER começou depois das 12:00 os trabalhos de remoção das carruagens dos dois comboios, com os técnicos a proceder ao carrilamento das composições acidentadas, o que permitiu a reabertura da circulação numa via entre Cascais e o Cais do Sodré e nos dois sentidos cerca de três horas.

A partida do último comboio das estações terminais, Cascais e Cais do Sodré, está prevista para a 01:30. A circulação é retomada, normalmente, pelas 05:30.

Os incidentes não provocaram feridos. O Instituto da Mobilidade e dos Transportes nomeou uma comissão de inquérito para determinar as causas do descarrilamento de dois comboios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG