Misto de alegria e nervos após dois anos de pausa

Com sete pinceladas de cor assim se "pinta" o ginásio da Escola Secundária do Lumiar, todas as noites, após dois anos de "descanso" nas festividades de Lisboa. Os "pintores" são os 50 marchantes da Marcha do Lumiar inspirados no tema "Lisboa e as setes colinas emolduradas p"lo arco-íris", da autoria de António Escolástico, uma figura conceituada no mundo artístico das Marchas Populares de Lisboa que, este ano, decidiu "ressuscitar" esta marcha, depois da desclassificação em 2010.

"Neste grande ano de aposta para o Lumiar", os marchantes da Academia Musical 1.º de Junho, colectividade responsável pela marcha, desfilarão "pintados" nos sete tons do arco-íris e vestidos de cornocópias e marinheiros, num "tributo a um dos ex-líbris de Lisboa, as setes colinas que são beijadas pelo arco-íris, em dias de chuva" explicou António Escolástico, visivelmente ansioso pelo grande dia.

Quem partilha do mesmo sentimento é a pequena Madalena Silva que, no dia 12, "o grande dia da Avenida Liberdade e do contacto com o público, nas ruas", comemorará o seu 16º aniversário. "Um sonho realizado e um orgulho estar na marcha", afirma a jovem que, em 2013, se estreia como marchante, mas que, desde os dois anos, ano em que foi mascote, desfila nas Marchas Populares, por influência dos pais. "O meu pai era o responsável pela construção dos arcos e a minha mãe era marchante, então eu, desde bebé, que vivo esta tradição", contou ao DN, sempre de olhar atento nos seus amigos que, ainda, ensaiavam para aperfeiçoar todos os passos.

No ginásio vivia-se o nervosismo dos últimos dias até domingo, dia em que se apresentarão, no Meo Arena (antigo Pavilhão Atlântico). Porém, este ano, seguramente, mais calmos. "Havia anos, em que estávamos no pavilhão, mesmo à porta para entrarmos, e eu, ainda, tinha cola nas mãos das últimas colagens na cenografia. Queria vestir-me e as minhas mãos colavam-se a tudo", recordou Carla Botão, responsável pela marcha. "Mas, este ano, vamos entrar em grande!" rematou, de sorriso estampado no rosto.

Padrinhos: Gonçalo da Câmara Pereira e Carolina Tavares

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.