Ministério Público abriu inquérito-crime à derrocada

O Ministério Público já abriu um inquérito à derrocada de uma arriba na praia Maria Luísa, em Albufeira, que sexta-feira matou cinco pessoas e provocou ferimentos em mais três.

Numa resposta enviada à agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) refere que "foi determinada a abertura de um inquérito, tendo por base a participação da Polícia Marítima".

A PGR adianta que "o inquérito foi instaurado em Portimão e vai ser remetido ao Tribunal de Albufeira".

Entretanto, o auto da notícia relativo à trágica derrocada foi entregue esta manhã no Ministério Público de Albufeira.

O Ministério do Ambiente já garantiu que vai colaborar com o MP no inquérito-crime aberto ao acidente".

O presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) considerou domingo que o MP tinha "necessariamente que abrir um inquérito-crime" à tragédia ocorrida sexta-feira na praia Maria Luísa, em Albufeira, para "averiguar eventuais responsabilidades pelo sucedido".

A zona do acidente da praia Maria Luísa já não está delimitada por grades de ferro, nem tem a presença de nenhum dispositivo policial no local.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG