Manifestantes cortam linha de caminhos de ferro

(ACTUALIZADA) Uma dúzia de utentes cortou hoje a linha de caminhos de ferro na Póvoa de Santa Iria, colocando-se à frente do comboio, em protesto contra o aumento dos preços dos transportes.

A circulação de comboios na linha da Azambuja foi retomada cerca das 09:30 depois dos manifestantes terem desmobilizado voluntariamente.

"Foi uma manifestação espontânea de utentes indignados", disse à Lusa Carlos Braga, um dos contestatários que se colocou em frente ao comboio para manifestar a sua "indignação" face ao aumento dos transportes.

Os autores do protesto, que bloquearam a circulação rodoviária em ambos os sentidos, seguravam tarjas com a inscrição "O aumento dos transportes é um roubo".

"Não se compreende este aumento que prejudica o povo", indicou Carlos Braga.

A PSP chegou à estação pouco depois das 09:30 já depois dos manifestantes terem saído da frente dos comboios.

Uma dúzia de utentes cortou hoje a linha de caminhos de ferro na Póvoa de Santa Iria, colocando-se à frente do comboio, em protesto contra o aumento dos preços dos transportes. O comboio com destino a Santa Apolónia encontrava-se cerca das 09:00 imobilizado na estação da Póvoa de Santa Iria, com dezenas de utentes na plataforma de embarque.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG