Manifestação de ciclistas faz-se sem nudez explícita

A manifestação para promover o uso da bicicleta faz-se, este domingo em Lisboa, sem nudez explícita, depois de a polícia alertar que qualquer queixa de transeuntes poderá resultar em prisão, conforme a lei sobre actos exibicionistas.

"Estaremos presentes amanhã, dia 26 de Junho pelas 15:30, para pedalar como anunciado, apenas sem nudez explícita", revelou a organização num comunicado assinado por Pedro dos Santos.

A decisão dos organizadores surge depois de a polícia de segurança pública lhes ter comunicado que a lei sobre actos exibicionistas prevê a detenção caso haja alguma queixa.

"Foi feita uma comunicação aos organizadores informando-os do que está previsto na lei e que, se houver alguma queixa sobre algum dos participantes por exibicionismo, podem ser detidos", esclareceu hoje em declarações à Lusa a oficial de serviço ao comando da PSP.

A autorização do Governo Civil de Lisboa foi dada e nunca esteve em causa a PSP autorizar ou não "porque não cabe" a esta força essa decisão, esclareceu a mesma fonte.

A PSP não acredita que possa haver "qualquer tensão", adiantou a mesma fonte, estando previsto apenas que elementos desta força de segurança façam o acompanhamento normal da manifestação, nomeadamente com os cortes de trânsito necessários para permitir a passagem das pessoas que vão pedalar.

A organização, por seu turno, sublinha que "a nudez nunca foi o que motivou este protesto, mas sim a promoção da bicicleta como meio de transporte" e que vai "claro está, acatar as decisões das autoridades".

Esta é a primeira World Naked Bike Ride Lisboa (Passeio Nu Mundial de Bicicleta - WNBR) em Lisboa.

O ponto de encontro será a Praça Marquês de Pombal, pelas 15:30, e a partida cerca de uma hora depois em direcção a Belém.

A hora de 'intervalo' servirá para concentrar participantes, que podem pintar no seu corpo as mensagens que queiram transmitir em prol do ambiente.

A iniciativa nasceu em Espanha com o grupo Manifestación Ciclonudista e no Canadá com os Artists for Peace.

Em 2004 realizou-se a primeira WNBR em vários países a 12 de Junho, uma data que nem sempre se manteve ao longo dos anos.

A primeira edição em Portugal esteve inicialmente prevista para 5 de Junho, mas a marcação de eleições legislativas e a proibição legal de manifestações nesse dia levou ao adiamento para este domingo. Uma semana depois, em vários países realizou-se a manifestação (VEJA GALERIA DE FOTOS)

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG