Oceanário teve menos turistas, mas mais portugueses

O Oceanário de Lisboa registou uma "ligeira quebra" do número de visitantes em 2012, comportamento que se deve aos turistas, já que os portugueses se deslocaram mais a este espaço, disse hoje o seu administrador.

João Falcato avançou à agência Lusa que 2012 "correu bastante bem", apesar da "ligeira quebra de visitantes [face a 2011], que não foi ao nível dos portugueses", que continuaram a ir ao Oceanário.

A expetativa para 2013 é de "manutenção ou ligeira subida", ou seja, de aumentar a presença de turistas e manter, junto dos portugueses, o comportamento conseguido, o "melhor ano dos últimos quatro anos", estimou o administrador.

"O turismo em Lisboa, apesar de estar a crescer, é muito diferente daquele do passado, é mais 'low cost'", e é mais difícil atrair estes visitantes a espaços como o Oceanário, explicou.

O Oceanário recebeu cerca de 900 mil visitantes, no ano passado, e João Falcato referiu que terá, "com certeza, resultados financeiros muito positivos".

Dada a situação económica e financeira, "pode considerar-se que foi um ano muito positivo", concluiu.

Entre os visitantes, cerca de 320 mil foram portugueses e 600 mil, turistas. "Perdemos turistas e não portugueses que, possivelmente, não sairam tanto de Portugal e aproveitaram para utilizar as atrações no país", como o Oceanário, segundo o responsável.

Em 2012, as crianças e famílias também se deslocaram menos ao Oceanário, ao contrário do visitante individual, grupo que cresceu.