MP acusou dois médicos e uma enfermeira de S. José

O Ministério Público acusou dois médicos e uma enfermeira do Hospital de S. José, em Lisboa, de ofensa à integridade física por negligência, informou hoje a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a página da PGDL na Internet, durante uma intervenção cirúrgica, realizada a 12 de janeiro de 2009 naquela unidade hospitalar, dois médicos e uma enfermeira não respeitaram a contagem das compressas utilizadas na intervenção, tendo deixado uma alojada no abdómen da paciente.

A compressa só foi localizada através de uma Tomografia Axial Computorizada (TAC) o que obrigou a nova cirurgia à paciente, realizada a 06 de fevereiro de 2009.

A acusação foi deduzida no dia 09 deste mês e o inquérito foi conduzido pelo Departamento de Investigação e Ação penal (DIAP).

Para a PGDL, foi "indiciada a falta de observância do dever do cuidado por parte dos três arguidos, cuidados de que eram capazes e a que estavam obrigados".

A demora na acusação, deduzida mais de três depois dos factos, deveu-se, segundo a PGDL, à necessidade de realização de exames periciais e recolha de prova documental.

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.