Elevador em Alfama estará pronto até ao fim do ano

O elevador que vai ligar o miradouro das Portas do Sol à Rua Norberto Araújo, na zona baixa de Alfama, estará pronto até ao final do ano, disse à Lusa o vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa.

"Até ao final do ano estará pronto", garantiu hoje Manuel Salgado, referindo-se ao elevador que está a ser construído no interior de um edifício situado junto da Igreja de São Miguel, perto do miradouro das Portas do Sol.

O vereador falava à margem da apresentação do projeto vencedor para a requalificação do Campo das Cebolas, que decorreu na Fundação José Saramago.

O elevador está integrado na rede de acessibilidade assistida e passeios pedonais que a autarquia está a desenvolver e que terá quatro percursos: Campo das Cebolas/Castelo (caminho da Sé), Castelo/Graça, Alfama/Portas do Sol e Martim Moniz/Castelo.

Os trajetos serão articulados com estações de metro e cinco parques de estacionamento com um total de 1.100 lugares no Chão do Loureiro, no terminal de cruzeiros, no Campo das Cebolas, na Rua dos Lagares e no Coleginho.

Em agosto, foi inaugurado o elevador da Rua dos Fanqueiros, para facilitar a ligação, gratuita, entre a Baixa e Costa do Castelo.

Para subir da Baixa ao Castelo de São Jorge, lisboetas e visitantes podem apanhar o elevador no edifício recuperado dos números 170/178 da Rua dos Fanqueiros e sair no Largo Adelino Amaro da Costa (Largo do Caldas). Depois, daí subir no elevador panorâmico do antigo Mercado do Chão do Loureiro, concluído em 2011, até à Costa do Castelo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...