Arsenal de armamento apreendido em turismo rural

A Polícia de Segurança Pública (PSP) apreendeu 39 armas de fogo, cerca de 7.600 munições e outro tipo de armamento numa propriedade destinada a turismo rural, na localidade da Vidigueira, Alentejo, tendo sido ainda identificadas três pessoas.

Em comunicado, a PSP adianta ainda que algumas das armas são de calibre proibido, usado normalmente pelas Forças de Segurança (9 mm e 7,65 mm), e as restantes são maioritariamente de calibres usados na caça grossa, algumas semiautomáticas, mas com a configuração das armas automáticas para uso militar ou das forças de segurança.

Esta operação foi iniciada na sequência de uma notícia que dava conta da existência de um arsenal de armas naquela zona.

Uma Brigada de Investigação e Fiscalização do Departamento de Armas e Explosivos dirigiu-se ao local, tendo confirmado a existência de dois cofres com diversas armas de fogo e munições de diversos calibres, numa propriedade de turismo rural.

As diligências policiais na zona permitiram ainda recuperar outras armas que estavam espalhadas em outros locais da propriedade, fora do cofre.

No total foram apreendidas 20 armas Classe D (Caçadeiras), 13 armas Classe C (Carabinas), quatro armas Classe A (Armas com configuração de arma automática para uso militar ou das forças de segurança), duas armas Classe B (Pistola 9mm e Pistola 7,65mm), cerca de 7600 munições de classe B, B1, C e D, nove carregadores de munições e miras telescópicas, três armas Brancas (Facas e Besta) e duas Classe G (Armas de ar comprimido).

A investigação vai prosseguir no sentido de apurar a proveniência das armas e se os seus proprietários são titulares de Licença de Uso e Porte de Armas.

A PSP contou com a colaboração da Guarda Nacional Republicana do Posto Territorial da Vidigueira e do Comando Territorial de Beja.

Ler mais

Exclusivos