Idosos com presumível intoxicação alimentar têm alta

Os 26 idosos de um lar em Comenda, Gavião (Portalegre), que deram entrada hoje no Hospital Distrital de Portalegre por presumível intoxicação alimentar, estão a ter alta, disse à agência Lusa fonte daquela unidade hospitalar.

Contactado pela Lusa, Ilídio Pinto Cardoso, responsável pelo gabinete de comunicação da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), adiantou que "não se trata de uma intoxicação alimentar, mas sim de uma indisposição das pessoas", acrescentando que alguns já tiveram alta e que os restantes vão ter durante as próximas horas.

O responsável da unidade hospitalar indicou ainda que "as pessoas já foram todas examinadas".

Segundo os bombeiros, dezoito idosos daquele lar foram transportados de ambulância para o Hospital de Portalegre. De acordo com Ilídio Pinto Cardoso, as outras pessoas terão ido para o hospital por meios próprios ou acompanhadas por familiares.

Uma funcionária do Lar de Nossa Senhora das Necessidades, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Gavião, disse à Lusa que "não se sabe ao certo as causas" da indisposição das pessoas, que ocorreu depois de terem tomado o pequeno almoço.

A mesma funcionária referiu que foram transportados pelos bombeiros para o hospital de Portalegre, 18 idosos, 14 utentes do lar e quatro do centro de dia.

Segundo a funcionária do lar, duas funcionárias que trabalham na instituição, mas que não trabalharam nos últimos dois dias, também se sentiram "indispostas", tendo uma delas recorrido na sexta-feira a assistência hospitalar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG